Select Page

Teste Rápido de HIV

Teste Rápido de HIV

Carnaval é época de diversão, mas também pode ser uma oportunidade de ficar mais tranquilo com a saúde realizando o teste oral de HIV. O procedimento para saber se a pessoa tem Aids foi desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e tem, entre suas vantagens, a mobilidade, pois não é necessário ter um espaço laboratorial para a coleta e diagnóstico.

A iniciativa utiliza fluido extraído da gengiva e da mucosa da bochecha com o auxílio de uma haste coletora e, em aproximadamente 30 minutos, já é possível obter o resultado.

Os testes já estavam sendo utilizados dentro do projeto Viva Melhor Sabendo, parceria do Ministério da Saúde com 60 organizações da sociedade civil de todo o País, que tiveram a possibilidade de ir até grupos de risco, que são homens que fazem sexo com homens, gays, transexuais, travestis, profissionais do sexo e pessoas que usam drogas. Agora, para o Carnaval, as ONGs se organizam para realizar saídas em bares, boates e festas durante toda a semana de folia.

Por que fazer o teste?

“A testagem é importante para preservar o sistema imunológico das pessoas”, afirma Roberto de Jesus, coordenador do programa Quero Fazer, de incentivo à testagem. Conhecer a sorologia é essencial para que o soropositivo tenha acesso ao tratamento. Sem ele, que é feito com medicamentos antirretrovirais, a pessoa fica suscetível à ação do HIV no organismo e, no médio a longo prazo, terá seu sistema imunológico comprometido, a ponto de ficar vulnerável a todo e qualquer tipo de doença – as chamadas infecções oportunistas. Esse estágio da infecção é conhecido como Aids (sigla em inglês para Síndrome da Imunodeficiência Adquirida).

Com os remédios, no entanto, o soropositivo vive muito bem, obrigado. Ao contrário de antigamente, hoje quem tem HIV não fica com a aparência esquálida e com manchas no corpo. “Isso acontece graças à ação dos antirretrovirais, que controlam a carga viral de HIV no sangue e impedem que a Aids se manifeste”, afirma Vasconcelos.

Além disso, seguir o tratamento corretamente mantém a quantidade de vírus no sangue em níveis baixos, e quanto menor a carga viral, menores são as chances de o soropositivo transmitir o vírus para alguém.

Quem pode fazer o teste?

Todo mundo. HIV não vê cara, nem coração. Por ser uma doença sexualmente transmissível, qualquer pessoa que mantenha relações sexuais com alguém – seja um parceiro fíxo ou múltiplos parceiros – está suscetível ao vírus. Foi-se o tempo em que a Aids era conhecida como a “peste gay”. Hoje, está mais do que comprovado que homens e mulheres heterossexuais também contraem o vírus HIV. Inclusive, o número de infecções dentro desses grupos só tem aumentado, justamente pelo equívoco de que somente homossexuais precisam fazer o teste.

Além disso, ainda resiste a falsa ideia de que somente pessoas fora de um relacionamento estável estão sujeitas a contrair o vírus. De acordo com dados levantados pelo Sistema de Informações de Agravo de Notificações (Sinan), o número de mulheres heterossexuais, casadas ou com parceiro fixo, aumentou muito nos últimos anos, principalmente entre aquelas que se encontram em relacionamentos duradouros. Um dos principais motivos para isso, ainda segundo o Instituto, é a ausência do preservativo nas relações sexuais.

Quando fazer o teste?

O teste deve ser feito pelo menos 30 dias após uma situação de risco. Entende-se por situação de risco as ocasiões em que um indivíduo pode ter tido contato com o vírus, seja por meio de uma relação sexual sem camisinha, compartilhamento de seringas, transfusão de sangue ou reutilização de objetos cortantes.

Onde fazer o teste?

Aqui na Casa de Apoio Mulher & Vida você pode realizar seu teste rápido. Nossa psicóloga, Nicole Gonçalves, foi treinada e hoje é a responsável pela realização dos testes. Para que isso ocorra, veja a relação de horários abaixo:

3ª feira – das 8h às 11h30
4ª feira – das 8h às 11h30

Todos os outros dias e horários devem ser agendados previamente.

Gostou? Compartilhe com seus amigos 🙂

Sobre o Autor

Mulher & Vida

Somos uma ONG de assistência social que a 13 anos presta suporte socioeconômico, psicológico, jurídico e nutricional a pessoas vivendo e convivendo com HIV/AIDS de Taubaté e Região.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça Mais - Mulher & Vida

Seja Voluntário - Mulher & Vida

Pin It on Pinterest

Gostou desse texto?

Compartilhe com seus amigos e ajude o site crescer :)