fbpx

Select Page

Depoimento #11

[...] Já até trabalhei registrado em uma fábrica, mas com a dor do meu passado triste abandonei tudo [...]

Portadora

Sou portador desde 2003 que eu saiba, tenho 50 anos. Vou contar e resumir um pouco da minha história de vida. Dos 08 aos 15 anos fui molestado por uma pessoa bem próxima que inocentemente foi me induzido a manter relações sexuais com ele.

Então quando cresci me tornei um homossexual assumido e até um travesti.

Já até trabalhei registrado em uma fábrica, mas com a dor do meu passado triste abandonei tudo e aos 20 anos me tornei primeiro um garoto de programa até chegar a ser um travesti.

O tempo foi passando e a idade também e comecei a ficar depressivo, com problemas mentais cheguei até ser levado para uma clínica de louco, precisei ficar muito calmo pra enganar a minha família, daí eles resolveram me levar pra casa de novo mesmo tomando os remédios mentais, estava indo tudo maravilhoso com a minha família, desde então que conheci um rapaz perverso, que sem entender direito o que era AIDS, me envolvi com ele e pra minha infelicidade contrai o vírus HIV, sofri muito queria até morrer na época, a minha depressão e a loucura os meus problemas mentais aumentou, queria até matar ele na época.

Por causa disso passei por muitas doenças oportunistas, como pneumonia dupla e várias outras infecções, fiquei quase em coma no balão de oxigênio em um mês emagreci 25 quilos, mas na verdade descobri que tinha o vírus através de uma infecção que deu na minha garganta que não sarava nem com reza.

Depois que me recuperei dessas infecções tive alta do hospital e resolvi sair da casa da minha família e fiquei sem comentar o que eu tinha por 3 anos, porque eles não aceitavam pessoas aidéticas dentro de casa, por preconceito achava que eles iam pegar Aids de mim.

Foi dai então que comecei a fazer o tratamento com o médico e nesse tempo de tratamento cheguei a conhecer uma senhora maravilhosa que não tinha preconceito com gays, porque tinha 2 filhos gays.

A dona Maria,  já falecida e também portadora do HIV e assistida da Casa Mulher e Vida, me convidou para ir conhecer a Casa Mulher e Vida, fui recebido com muito carinho e amor que estou lá até hoje e obrigado por tudo.

Termino um pouco da minha história com muita esperança e vitória que a gente vai viver até vencer e Deus do céu vai trazer a cura para eliminar esse vírus maldito da Aids, é o que eu peço todos os dias da minha vida obrigado por tudo e que Deus abençoe a Casa Mulher e Vida.

 

 

 

— Este depoimento foi transcrito exatamente da maneira que foi escrito —

About The Author

Mulher & Vida

Somos uma ONG de assistência social que a 13 anos presta suporte socioeconômico, psicológico, jurídico e nutricional a pessoas vivendo e convivendo com HIV/AIDS de Taubaté e Região.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ajude com sua doação

Empresas Parceiras

Empresa Parceira - Rever Produções
Empresa Parceira - Brasil Mais Saúde Empresa Parceira - Cruz Vermelha São José dos Campos Seja Uma Empresa Parceira

Pin It on Pinterest

Gostou desse texto?

Compartilhe com seus amigos e ajude o site crescer :)